Blog
Instituto faz constelação inédita do Estado do Rio de Janeiro
17.05.18
Divulgação

Instituto faz constelação inédita do Estado do Rio de Janeiro

Instituto faz constelação inédita do Estado do Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro está completamente tomado pelo caos, com a escalada da violência atingindo níveis alarmantes, ao mesmo tempo em que o estado convive com crises em diversos setores públicos, provocadas por escândalos de corrupção. Porém, mesmo diante desse cenário, é sim possível romper esse ciclo. Um dos caminhos é o método terapêutico da Constelação, que será aplicado, na Cidade Maravilhosa, pelo Instituto Luciano Alves, em uma sessão coletiva inédita no país, no próximo dia 27 de maio, a partir das 11 horas, no Parque de Lage.

Na ocasião, serão trabalhadas as práticas integrativas, focando principalmente nos aspectos da violência, escassez, marginalização e preconceitos. O evento será aberto ao público e toda comunidade é convidada a participar. A escolha pela cidade do Rio de Janeiro para esse primeiro evento, que ocorrerá brevemente também em outros estados, deu-se, além da representatividade histórica do estado, pela atual situação vivida, no qual, é impossível ficar alheio e imune ao cenário de violência que tomou conta, afirma o especialista Luciano Alves, que é neuropsicólogo e CEO do Instituto.

Através de uma análise completa do contexto histórico será possível mostrar os verdadeiros motivos da cidade estar envolvida em tantos conflitos, além de apontar quais os princípios sistêmicos que estão sendo desrespeitados e também o que é necessário ser feito para a cidade voltar a ter paz. Ao tomar ciência do que realmente houve no passado, a cidade voltará a se emponderar e só assim conseguirá colocar fim nesse ciclo de violência diário e que vem atingindo frontalmente a população. O método desenvolvido pelo alemão Bert Hellinger nos anos 70 tem como objetivo principal identificar esses traumas que acabaram perpetuando esses comportamentos destrutivos atuais. São essas demandas que acabam influenciando diretamente no atual cenário. Assim, durante esse encontro, vamos olhar principalmente para aspectos como a violência de um modo geral, além da integração dos povos excluídos, como os negros e índios, e as principais origens de sintomas e doenças, diz.

Para essa sessão, Luciano Alves contará com o apoio e a participação dos também consteladores João Gilberto e a Silvia Cury. A participação é gratuita e aberta a toda a comunidade. A Constelação acontece na Rua Jardim Botânico, nº 414. Mais informações pelo e-mail contato@institutolucianoalves.com

Divulgação

Helba Otoni

www.helbaotoni.com.br

@helbaotoni

Comente essa publicação