Blog
Como se beneficiar da ação dos neurotransmissores do bem-estar
05.09.18
Pesquisa Fonte O Globo

Como se beneficiar da ação dos neurotransmissores do bem-estar

RIO — Em casos específicos, os médicos podem recomendar remédios à base de serotonina e dopamina, como antidepressivos ou drogas que interagem com receptores de um ou de ambos os neurotransmissores, usadas em desordens afetivas. Já a oxitocina pode ser oferecida, na forma injetável, às grávidas, na hora do parto, para acelerar o processo. Ou, em spray nasal, às mães que amamentam, para aumentar a ejeção de leite durante as primeiras semanas de aleitamento. Mas a melhor maneira de estimular a atividade dos neurotransmissores serotonina e dopamina e do hormônio oxitocina é ter prazer, diz a cientista Denise Pires de Carvalho, professora titular do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho da UFRJ.

Veja a seguir recomendações para estimular seu organismo a aumentar a produção dos neurotransmissores relacionados ao bem-estar:

EXERCITE-SE: Atividade física sempre ajuda, diz o clínico geral Gilberto Ururahy, especializado em medicina preventiva. Neste caso, o exercício ajudará a estimular a produção de serotonina.

AGRADEÇA: Estudos compilados pela Universidade de Harvard mostram que agradecer a alguém por algo de bom que lhe tenha feito aumenta a senação de felicidade tanto de quem faz quanto de quem recebe o cumprimento — e, de quebra, fortalece o relacionamento.

REZE: Quem é religoso pode usar o momento da oração para agradecer a Deus. E a Organização Mundial de Saúde lista a espiritualidade como um dos componentes da saúde.

MEDITE: Isso significa focar no momento presente, sem julgá-lo, procurando respirar profundamente — o que, por si só, já ajuda a acalmar o corpo. Você pode também pensar em algo que lhe seja caro, como o calor do sol ou o som das risadas de um bebê.

REGISTRE: Quem começa a anotar as coisas boas que lhe acontecem pode se surpreender ao constatar quantas delas permeiam seu dia.

RELEMBRE: Se estiver se sentindo deprimido, e não encontrar no momento presente motivos para se animar, procure lembrar-se de ocasiões que lhe trouxeram alegria.

SEJA GENEROSO, OU SOLIDÁRIO: Não estamos falando só de caridade. Quem ajuda outra pessoa é tomado por uma profunda sensação de bem-estar, garantem pessoas como a dona de casa Ana Lúcia Fraga, que todos os anos se veste de Papai Noel para alegrar as crianças da creche Novo Palmares, em Vargem Grande.

RELAXE: Reserve, em sua rotina, tempo para fazer algo de que goste, sozinho ou acompanhado da família e de amigos. Desta vez, é a neurociência que atesta: quem sente prazer estimula a ação dos neurotransmissores do bem-estar. E uma coisa acaba puxando a outra, num círculo virtuoso.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/como-se-beneficiar-da-acao-dos-neurotransmissores-do-bem-estar-3505538#ixzz5QGa12Lab 
 

Comente essa publicação